Arquivo para 22 de março de 2011

Introdução

O que você é capaz de fazer para sobreviver? O que você é capaz de fazer para evitar o sofrimento?

Agora, e se o mundo não tivesse mais o mesmo conforto com o qual estamos acostumados? E se o cheiro de podridão estivesse por toda parte, nos lembrando a cada momento daquilo que mais tentamos evitar até em pensamento: a morte? E se o seu último suspiro fosse apenas uma mudança da perspectiva do seu sofrimento?

Immortuos não são apenas histórias de um mundo devastado e povoado por zumbis, mas sim histórias sobre a natureza conflitante de nossa mente, de nosso egoísmo e de tudo aquilo que alimenta nosso sofrimento, ou que nos faz se alimentar para fugir dele.

O Diário de Sobrevivência, que será publicado a partir do dia 25/03/2011,  é o romance central da série e será publicado em “tempo real” com os acontecimentos da história, o que criará grandes espaços de tempo sem postagens. Esses espaços serão preenchidos pela publicação das Pequenas Histórias, cuja a primeira será publicada dia 24/03/2011, para que o leitor não tenha que esperar muito tempo para continuar se inteirando sobre o cenário, além de se aprofundar mais a respeito dos personagens e do mundo.

Apreciem com moderação.

Atenciosamente.

Max Sawaya

Apresentação

Sejam bem vindos,

Nesse blog pretendo colocar todos os meus trabalhos artísticos, sejam na área das artes visuais, quanto nas áreas das artes cênicas e da literatura.

De início publicarei o trabalho mais recente que é o Immortuos (clique no link ao lado para ler a respeito). Mais para frente incluirei meus trabalhos com xilogravura, as peças de teatro (principalmente os roteiros) que trabalhei com o grupo de teatro do Colégio Casa do Saber aqui de Campinas, o fan fiction de D&D (Forgotten Realms) Outcasts, que publico no blog Rolando Dados (http://www.rolandodados.com.br/) e por ai vai.

Espero que gostem e que esses trabalhos possam trazer bastante questionamentos para aqueles que gostam de ver o contar histórias e a arte como algo além de puro entretenimento, e que divirtam aqueles que preferem vê-las assim.

Atenciosamente,

Max Sawaya

%d blogueiros gostam disto: