Posts Tagged ‘ xilogravuras ’

Vidas I

Vidas I

Vidas I - Xilogravura - 2007

Danças da Morte 2

Danças da Morte 2

Danças da Morte 2 - Xilogravura - 2003

Meditações Sobre a Morte – Gravura VIII

Meditações Sobre a Morte - Gravura VIII

Meditações Sobre a Morte - Gravura VIII - Laboratório de Gravura - 2004/2005

“Na abordagem budista, a vida e a morte são vistas como um todo, onde a morte é o começo de um novo capítulo da vida. A morte é um espelho no qual o inteiro significado da vida é refletido.”

– Sogyal Rinpoche

Meditações Sobre a Morte – Gravura VII

Meditações Sobre a Morte - Gravura VII

Meditações Sobre a Morte - Gravura VII - Laboratório de Gravura - 2004/2005

“Não sabemos onde a morte nos aguarda, esperemo-la em toda parte. Meditar sobre a morte é meditar sobre a liberdade; quem aprendeu a morrer, desaprendeu a servir; nenhum mal atingirá quem na existência compreendeu que a privação da vida não é um mal; saber morrer nos exime de toda sujeição e constrangimento.”

– Montaigne

Meditações Sobre a Morte – Gravura VI

Meditações Sobre a Morte - Gravura VI

Meditações Sobre a Morte - Gravura VI - Laboratório de Gravura - 2004/2005

“Os que crêem ter muito tempo, preparam-se somente na hora da morte. Aí são devastados pelo remorso. Mas já não será tarde demais?”

– Padmasambhava

Meditações Sobre a Morte – Gravura IV

Meditações Sobre a Morte - Gravura IV

Meditações Sobre a Morte - Gravura IV - Laboratório de Gravura - 2004 / 2005

“Veja só, estamos todos morrendo. É só uma questão de tempo. Alguns realmente morrem antes que outros.”

– Dudjom Rinpoche

Meditações Sobre a Morte – Gravura II

Meditações Sobre a Morte - Gravura II

Meditações Sobre a Morte - Gravura II - Laboratório de Gravura - 2004 / 2005

“O nascimento de um homem é o nascimento de sua dor. Quanto mais ele vive, mais estúpido se torna, porque sua ansiedade para evitar a morte inevitável torna-se mais e mais aguda. Que amargura! Ele vive por aquilo que está sempre fora do seu alcance! Sua sede de sobreviver no futuro faz com que seja incapaz de viver no presente.”

– Chuang-Tsu

%d blogueiros gostam disto: